Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindewald(Fantastic Beasts: The Crimes of Grindelwald, 2018) | Crítica

As ideias do universo mágico de Harry Potter se entregou a cartilha de filmes que tornam expectadores transeuntes, não de forma comum, mas de valorizar as ideias de um roteiro de um autora de livros muito competente acima do desenvolvimento narrativo, fugindo dos termos da telona na sala escura que preza pelo espetáculo emocional.

Essa sequência se passa três meses após a prisão de Grindewald(Johnny Depp) em Nova Iorque, quando esse mestre das trevas consegue escapar para ir a França atrás de Credence(Ezra Miller) que sobreviveu. Ministério da Magia da Inglaterra de olho em Newt Scamander(Eddie Redmayne) e suas contravenções em apoio ao seus animais o convoca para ir atrás de Credence quando Dumbledore(Jude Law) se revela mais influente em seu aluno que se imaginava.

Image result for fantastic beasts the crimes of grindelwald cast

O tornar passageiro podeia ser intencional, porém o fatos bons da obra contradizem isso. O progresso do protagonista Newt Scamander, perpassado por variadas subtramas minimamente interessantes, é decente de reconhecer. Sua moral e amor pelos animais fantásticos sempre foi o mais mágico desde do primeiro longa em 2015, e em pequenos detalhes, seja com a relação de Dumbledore, Leta Lestrange, Teseu Scamander e Tina Goldwing o potencial do grande personagem escondido pode não ter sido revelado explicitamente mas é vislumbrado. Vislumbre por sinal é o que tem de melhor nessa sequência. Grindewald é bem contido por Johnny Depp, uma surpresa, traz o imaginário de um bom vilão com suas retóricas fascistas que traz aquela boa verossimilhança que permeia as histórias de Harry Potter, da mesma forma o levante de uma trama familiar complexa nos moldes da grandes jornadas de herói parece preparado o terreno.Image result for fantastic beasts the crimes of grindelwald

A grande falha, que pode ser contestada justamente, é o tratamento literário de J.K Rowling. Apesar da direção de David Yates ser talvez uma das melhores dentro da franquia, muito presente com a fotografia que coloca os personagens nos cantos, primeiríssimos planos emocionais, e a trilha sonora de James Newton Howard entregar o necessário para a magia, em maioria tudo é afogado por uma montagem problemática que tenta acompanhar uma narrativa truncada, segmentada excessivamente para apresentar personagens trabalhados superficialmente novamente por meio de diálogos expositivos que dissipa emoções em maior parte. E por mais que se defenda a roteirista em prol de suas dinâmicas já conhecidas dos fãs, pensar filmes como livro não deixa de ser incomodante para uma experiência cinematográfica que preza da união do visual com o verbal em conjunto para se contar uma história.Image result for fantastic beasts the crimes of grindelwald

Dois pontos que precisam ser levados em conta para exemplificar o quão dividido é esse novo capítulo entre sua qualidade de ideias e seus defeitos de executá-las em tela que envolvem flashbacks e a utilização dos animais fantásticos dentro da jornada. Os flashbacks são recursos que podem facilmente se tornar uma muleta para esquivar de maiores preocupações de avanço com as peças que fazem a história progredir, e é essa sensação que o roteiro transmite, visto que antes vários personagens alguns são apresentados e conectados a história apenas por esse artifício. Além disso, os seres mágicos, que fazem parte da persona de Newt, são utilizados ora para solucionar subplots mal feitos que acabam coerentes, mesmo que duvidem da inteligência de quem assiste, ou servem apenas para inchar a aventura, sem acrescentar algo relevante ao plot principal, mesmo que seja divertido e bonito.

Por fim, é possível imaginar o que tem por vir e o potencial grandioso disso, o cenário da guerra dos bruxos está estabelecido até demais, falta agora enxugar e desenvolver as formulações colocadas, pois o que torna a franquia maravilhosa não são complicações de suas tramas, como se faz nesse filme sem necessidade, mas sim na simplicidade de cada história que se torna mágica dentro do mundo bruxo.Image result for fantastic beasts

0.00
5.5

Nota

5.5/10

Davi Lima

Cinéfilo, fã de Star Wars, e ainda procurando formas de ver mais filmes para aprimorar a massa crítica. Colocando a sabedoria e o equilíbrio aonde for.

%d blogueiros gostam disto: