O Artista do Desastre (The Disaster Artist, 2017) | Crítica

Em Artista do Desastre, James Franco tenta mostrar ao público como foi conturbada a produção de The Room, mostrando os bastidores baseado no livro de mesmo nome, escrito pelo ator Greg Sestero.

Quem viu The Room, sabe do que o filme se trata, é uma aposta de Tommy Wiseau, tendo investido 6 milhões de dólares para produzir seu filme que também escreveu e dirigiu, para tentar conseguir um espaço em Hollywood. Sua única recompensa, foi que o filme obteve status de cult ao logo dos anos.

Franco, também optou por dirigir seu filme e produzir. Se formos comparar, esse também pode ser o filme da vida de Franco, um ator que começou na comédia, tentou fazer dramas, mas por conta de ser um ator mediano, não teve muito sucesso, eu particularmente não gosto das tentativas dele. É engraçado falar isso, porque ele parece ter evoluído bastante, e 2017 aparentemente foi o ano dele, com uma atuação muito elogiada na série The Deuce e agora no Artista do Desastre, vencendo o globo de ouro como melhor ator em filme de comédia.

Diferente de The Room, aqui roteiro e atuações valem a pena de ser assistidas, mostrando o quanto Tommy Wiseau era uma pessoa difícil, conturbando toda produção de seu filme, que por mais que seja um desejo ou sonho pessoal, sua personalidade afetou toda a sua equipe. Por ser alguém difícil, prejudicava até mesmo sua amizade, com Greg Sestero, fazendo o ator perder grandes oportunidades por fora da produção de The Room.

Tommy Wiseau era um homem rico, que ao lado do seu amigo tentou fazer o filme dos seus sonhos, não houve sacrifícios reais na história de Wiseau, mas sua persistência em fazer o que ama, é algo de se admirar, e quem não faria?

Infelizmente, James Franco entrou na lista de escândalos de Hollywood e ficou de fora do Oscar, e parecendo ser mais um artista do desastre.

O Artista do Desastre (The Disaster Artist, 2017) | Crítica

  • Duração: 98 min.
  • Direção: James Franco
  • Roteiro: Michael H. Weber , Scott Neustadter
  • Elenco: James Franco , Dave Franco , Seth Rogen , Ari Graynor , Alison Brie , Zac Efron , Josh Hutcherson

O Artista do Desastre (The Disaster Artist, 2017) | Crítica

O Artista do Desastre (The Disaster Artist, 2017) | Crítica
8

Nota

8.0 /10

Rafinha Santos

Depois de lutar ao lado de Aragorn na Terra Média, enfrentar a Matrix junto com Neo e salvar o planeta de novo junto com Os Vingadores, viajei para uma galáxia muito muito distante, e fiquei recluso no planeta Hoth por muitos anos, até saber que Luke Skywalker foi finalmente encontrado por uma menina chamada Rey. Aparentemente é o tempo dos Jedis acabarem... Porém, durante minha busca pelo último templo Jedi, minha nave deu pane de vim parar em outra galáxia. Nela, todas esses eventos que eu citei são mera ficção, e agora escrevo críticas sobre eles... É como Rick me diria: Não pense nisso!

%d blogueiros gostam disto: